Sob os raios do Amor Divino

Sob os raios do Amor Divino

Sob os raios do Amor Divino

 

Não vos afasteis nunca de Jesus, o bom Jesus de vosso coração. Seja qual for o tempo, sede sempre dele, pois o tempo é sempre belo para a alma que vive sob os raios do Amor Divino.

E, afinal, que importa se agradamos a Nosso Senhor na doença ou na saúde, num estado de sensibilidade ou de fervor, de submissão ou de práticas piedosas, conquanto Lhe agrade o que fazemos. O essencial é firmar-nos na confiança em Deus, nutrir-nos de sua Verdade, dedicar-nos à sua Glória pelo nosso amor soberano, amando-O por toda parte e acima de tudo.

Observai bem esta lei do Amor Divino, de não querer senão o que Deus quer, como o quer e quando o quer. O santo abandono é o mais puro, é o maior amor.

 

Fonte: “A Divina Eucaristia” – São Pedro Julião Eymard