Marjina: “Pedimos ajuda a Nossa Senhora e apareceu

Marjina: “Pedimos ajuda a Nossa Senhora e apareceu

Marjina: “Pedimos ajuda a Nossa Senhora e apareceu-nos Jesus cheio de feridas sangrando!!!”

 

Marija contou em um programa de rádio na RADIO MARIA ITÁLIA:

“Uma vez, nós fomos levados de automóvel ao Pronto Socorro. Eram os primeiros dias das aparições. Chegamos e os policiais, os médicos e o chefe do hospital local nos levaram ao manicômio. Naquela ocasião Nossa Senhora tinha nos dito: “Vocês não devem nem beber, nem comer nada. Darão a vocês coisas para comer e beber, mas vocês não devem nem beber nem comer.”Na realidade, este era o projeto, porque diriam que voltamos drogados para que dissessem que éramos alucinados, que dizíamos ver Nossa Senhora porque estávamos alucinados. Mas não tocamos na droga nem comemos nada. A droga não nos interessa !!! Crescemos em famílias normais.

Depois fomos levados à uma médica, que era muito famosa naquele tempo, muçulmana, que começou a falar. Depois ela mesmo escreveu que “estas crianças são normais e diferentes uns dos outros mas não se contradizem naquilo que dizem e dão seu testemunho com entusiasmo e que estão prontos até mesmo a morrerem por isso…” Ela ficou chocada positivamente. Se devemos morrer, morreremos felizes porque Nossa Senhora nos escolheu. Nós não queríamos e nem procuramos Nossa Senhora, foi Nossa Senhora quem nos escolheu.

Nos maltrataram, de um escritório ao outro, de um médico a outro, nos fizeram perguntas muito íntimas. Em um certo momento, estávamos cansados e indo para casa e Nossa Senhora nos apareceu e LHE dissemos: “Basta”, não faremos mais o que ELA nos pede, estão nos torturando, estão dizendo que nós estamos loucos, estão nos levando de um lugar ao outro, de um lugar para outro, de um médico a outro; eram os primeiros meses, pensem, e Nossa Senhora então nos trouxe Jesus. ELA nos disse:

“Como ELE fez por amor a vocês, façam assim como ELE”.

Jesus estava cheio de sangue, cheio de feridas, de sofrimento. A coroa sobre a testa, enfiada em sua carne, vimos apenas metade dela. E estes pequenos sofrimentos que para nós eram grandes, quando Nossa Senhora nos mostrou Jesus nos dissemos que e ELE morreu por nós e que nós faríamos qualquer coisa por ELE.

Depois de alguns meses nós dizíamos…. estamos prontos a morrer, porque para nós tornou-se quase normal. Recordo que me vestia pela manhã pensando que poderia ser o último dia de minha vida porque a vida não tinha valor, viver valia muito pouco, eram tempos do comunismo, a vida não valia quase nada, valia pouquíssimo, muitas vezes as pessoas desapareciam, não se achavam nem os corpos para enterrá-los, os pais não tinham nem um túmulo para chorar por eles. Assim achávamos que seria o nosso fim.

Pelo contrário, Nossa Senhora quis nos conservar embaixo do SEU MANTO, onde podemos gritar, testemunhar que DEUS é misericordioso, que DEUS é amor, que nos está chamando de modo concreto. A vida é curta, é apenas um sopro ! Viva-a bem, viva-a com DEUS e nos SEUS MANDAMENTOS, com respeito e alegria.