A história de Medjugorje

 

A história de Medjugorje

A história de Medjugorje

A história de Mediugórie, começa no século VII e aí se converteram ao Catolicismo, conservando-o corajosamente contra seitas e contra o domínio turco, entre os anos 1478 e 1878, ainda que sofrendo torturas e martírios. Os habitantes de Mediugórie são, para o mundo, um exemplo de viva fé. Mediugórie é um vilarejo situado em uma esplanada dominada por dois pedregosos montes, na região da Herzegóvina croata ( Mediugórie significa "entre colinas") e o monte mais alto chama-se Krizevac' ou Montanha da Cruz (kriz = cruz) porque ali, em 1933, os paroquianos construíram uma grande Cruz para comemorar os 19 séculos da morte e ressurreição de Nosso Salvador, Jesus Cristo.
Há 30 anos Medjugorje era uma desconhecida vila rural no interior da extinta Iugoslávia. As famílias, em sua maioria pobres, trabalhavam em suas plantações de tabaco e uva. As crianças e jovens trrabalhavam na lavoura e estudavam. Muitos deixavam a região para buscarem melhores oportunidades em outros países da Europa. Ninguém, jamais, elegeria Medjugorje como destino de uma viagem de férias. As famílias, católicas, carregavam uma história heróica de resistência de seus antepassados.
Mediugórie, quando se iniciaram as aparições, tinha uma população de aproximadamente 400 famílias. Mediugórie, Biakovici, Miletina, Vionica e Surmanci são vilarejos pertencentes ao município de Citluk, tendo a Igreja de São Tiago, em Mediugórie,que foi inaugurada em 1969 e dirigida pelos padres franciscanos( paróquia pertence à Diocese de Mostar ). As terras cultiváveis são poucas e muito secas, porém a mesa é sempre farta e o povo muito hospitaleiro. A criação de vacas, cabras, galinhas, porcos e ovelhas e os pequenos cultivos suprem as necessidades das famílias.
Nossa Senhora abençoou de modo particular os habitantes de Mediugórie que, no início, fizeram muitos sacrifícios para hospedar, gratuitamente, todos aqueles que vinham de longe e lá permaneciam por muitos dias. Para citar outro exemplo, um senhor de Mediugórie preparou, no dia da festa da Exaltação da Santa Cruz, uma grande quantidade de água, bebidas, uvas, melancias e melões. Ele dispôs tudo em frente à casa de Vicka. Assim, todos os peregrinos que passavam por ali puderam comer e beber.

Os Segredos para a Humanidade
Nossa Senhora confiou aos jovens 10 segredos, sobre acontecimentos que sobrevirão, em breve, à humanidade. Por escolha de Miriana e com o consentimento de Nossa Senhora, o Padre Petar divulgará para todo o mundo cada segredo, 3 dias antes de ocorrer. O 3º segredo será um GRANDE SINAL visível, palpável e permanente, a ser deixado na Colina das Aparições. Os jovens já o contemplaram, em visão. Depois dele, os incrédulos sentirão grande sofrimento interior, um terrível remorso. Eles acreditarão, mas não haverá mais tempo para a conversão. Após a realização do 10º segredo, o poder de satanás será destruído e um Novo Pentecostes marcará o início de um Novo Tempo. Estes segredos constam do documento entregue por Nossa Senhora a Miriana. Só Miriana consegue ler ali os segredos. As outras pessoas vêem um trecho da Bíblia, um cântigo, uma mensagem, etc. Fragmento deste documento foi examinado por cientistas que afirmam ser sua composição de origem desconhecida na Terra. Este período que antecede os acontecimentos é um TEMPO DE GRAÇA que Deus está concedendo para a nossa conversão. .

A geração daquela época, quando tudo começou, no 1981, vivia oprimida pelo regime comunista.
Em Medjugorje não era costume se falar das aparições de Nossa Senhora em Fátima ou Lourdes ou outra. Tanto assim que vários videntes declaram que não sabiam que existiam aparições de Nossa Senhora.
O inicio das aparições deixou a todos perplexos: os próprios jovens ( eles viviam um misto de felicidade e perplexidade) , seus pais e familiares, o povo da Vila e redondezas, as autoridades da Igreja local e as autoridades administrativas e policiais da época, a medicina local e outras instâncias de autoridades cientifica.
No começo os próprios videntes tinham alguma dúvida. Vicka, orientada pela avó, levou água benta no terceiro dia, aspergiu a aparição e disse: 'Se és Nossa Senhora fica..senão vai embora!' Nossa Senhora apenas sorriu. Nos primeiros dias seus pais procuraram o padre local sem saber o que fazer. Diziam: "Padre, eu não sei o que fazer... meu filho diz que vê Nossa Senhora?" O padre alertava aos jovens que não se devia brincar com coisa tão séria. A polícia os levava para interrogar e para exames médicos psiquiátricos. Médicos e assistentes sociais subiram na colina para presenciar a aparição e sairam de lá perplexos. Todos os exames sempre os declaravam normais. No oitavo dia, fugindo da polícia, bateram na porta da Igreja e pediram proteção ao pároco padre Jozo Zovko. Ele os levou para dentro e lá Nossa Senhora lhes apareceu e padre Jozo começou a acreditar.
Dia 24 de junho de 1981, quando primeiro se falou que Nossa Senhora tinha aparecido na colina do Podbrdo, foi uma quarta feira. No dia 27 Nossa Senhora se apresentou com a Rainha da Paz. No quarto dia, após as aparições dos dias 25, 26 e 27, já se reuniram no domingo, dia 28, aproximadamente quinze mil pessoas de Medjugorje e redondezas para acompanharem o fenômeno. E a partir dali o fluxo de peregrinos nunca mais parou de crescer.
Exatamente 18 meses após o início das aparições, no Natal de 1982, Mirjana numa aparição que durou 45 minutos, foi a primeira vidente a receber o décimo segredo e a deixar de ter aparições diárias. Nossa Senhora lhe prometeu aparecer no dia 18 de maio anualmente. Naquele 25 de dezembro Nossa Senhora também lhe entregou o 'pergaminho' onde todos os 10 segredos estão escritos com a data de sua realização. Um pouco mais tarde , orientada por Nossa Senhora, Mirjana escolhe um sacerdote que terá a missão de revelar os segredos 3 dias antes de eles acontecerem. Ela, que tinha a liberdade de escolher a qualquer sacerdote, escolhe o padre franciscano Pedro Ljubicic. A escolha é aprovada por Nossa Senhora.
A notícia das aparições já se espalhara pelo mundo. Em 1983 o Governo da Iugoslávia autorizou peregrinações e multidões começam a afluir para Medjugorje. Também em 1983 e 1984 duas universidades da Itália e da França fazem uma profunda investigação científica médico-teológica sob a direção do Dr Henry Joieux (França), Dr Luigi Frigério (Itália) e do grande teólogo, especialista em aparições marianas, René Laurentin sobre os videntes e as aparições. As comissões cientificas declaram a idoneidade dos videntes, a sua perfeita sanidade mental e a identificação positiva daqueles fenômenos, sob a ótica da teologia, com aquilo que a teologia mística conhece a respeito do assunto.
Em março de 1984 Nossa Senhora começa a dar as mensagens todas as quintas feiras através da vidente Marija Pavlovic para a Paróquia de Medjugorje e conseqüentemente para o mundo .
Em maio de 1985 Ivanka Ivankovic recebe o décimo segredo e deixa de ter as aparições diárias passando a tê-las em 25 de junho anualmente.
Em janeiro de 1987 Nossa Senhora passa a dar as mensagens através de Marija Pavlovic, não mais todas as quintas feiras, mas uma vez por mês nos dias 25 e estas permanecem até a atualidade.
Em agosto deste mesmo ano iniciam-se as aparições mensais para Mirjana Soldo todos os dias 2 quando Nossa Senhora vem para rezar com ela pelos incrédulos que, segundo Nossa Senhora, são os responsáveis pelos males que acontecem no mundo. Nossa Senhora sempre se refere a estas pessoas como aqueles que ainda não conhecem o amor de Deus.

Em 1989 pe Slavko Barbaric reune em torno de 100 jovens de 5 países diferentes que queriam aprofundar o entendimento e a vivência da mensagem de Medjugorje e realiza o primeiro Festival da Juventude com canções, orações e testemunhos. A partir desta data, todos os anos, acontece em Medjugorje o Festival da Juventude com número crescente de jovens de muitos países diferentes.

         
Festival da Juventude em Medjugorje - primera semana de agosto de cada ano   A primera apariçao foi na colina do Podbrdo   A cruz no Krizevac, construida em 1933   Pe. Jozo Zovko