A VIDA É BREVE, LEIA E MEDITE

A VIDA É BREVE, LEIA E MEDITE

A vida é breve, leia e medite

 

Quanto tempo já passou... Muitos se foram... Deixaram saudades, mas você continua por aqui respirando o ar de cada dia e sentindo o prazer de está vivo. Quantas alegrias, amores, superações, vitórias e conquistas você já trilhou nesta estrada da vida. Também o medo, o fracasso e as derrotas fazem parte de nossa história, o importante e que estamos aqui, firmes e fortes na fé. Como o próprio nome diz somos o "Presente", o "Hoje", o "Agora". Muitos queriam está com seus amigos, com sua família, mas vivem do trabalho, vivem do "ter", esquecem que a vida terrena é passageira. Hoje estamos aqui, amanhã talvez não... Ou quem sabe depois de ler este texto sua lembrança se apague definitivamente deste mundo. Não importa! O mais importante é saber... Você está preparado? Fez uma boa caminhada? Quando for perante o Juiz e for colocado todo o seu passado em um telão, terá motivos para se orgulhar?

Por isso, pense bem no que vai fazer hoje! Um erro aqui poderá ser fatal... Uma palavra proferida poderá ser decisiva para um futuro não muito distante, tens na mão a passagem para o céu ou para o inferno. Pense bem! Busque sempre as coisas do alto, nada de perder tempo com coisas banais. Nossa vida é uma constante caminhada para a salvação, nossa meta é alcançar a salvação. Busque-a enquanto há tempo, pois a morte é traiçoeira, vem quando menos se espera.

"Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros e não é rico para com Deus." (Lucas 12.16-21)

“Diligência, meu filho, — diz o Espírito Santo, — em empregar bem o tempo, porque é a coisa mais preciosa, riquíssimo Dom que Deus concede ao homem mortal. Até os próprios gentios (pagãos) tinham conhecimento de seu valor. Sêneca dizia que nada pode equivaler ao valor do tempo. Com maior estimação ainda o apreciaram os Santos. Afirma São Bernardino de Sena que um só momento vale tanto como Deus, porque nesse instante, com um ato de contrição ou de amor perfeito, pode o homem adquirir a graça divina e a glória eterna.

O tempo é um tesouro que só se acha nesta vida, mas não na outra, nem no céu, nem no inferno. É este o grito dos condenados: “Oh! Se tivéssemos uma hora!”... Por todo o preço comprariam uma hora a fim de reparar sua ruína; porém, esta hora jamais lhes será dada. No céu não há pranto; mas se os bem-aventurados pudessem sofrer, chorariam o tempo perdido na sua vida mortal, o qual lhes poderia ter servido para alcançar grau mais elevado na glória; porém, já se passou a época de merecer... (É chegada a hora que a misericórdia divina cessará...).

E tu, meu irmão, em que empregas o tempo?... Por que sempre adias para amanhã o que podes fazer hoje? Reflete que o tempo passado desapareceu e já não te pertence; que o futuro não depende de ti. Só dispões do tempo presente para agir... “Ó infeliz!... — adverte São Bernardo, — por que ousas contar com o vindouro, como se Deus tivesse posto o tempo em seu poder?”. E Santo Agostinho disse: "Como te podes prometer o dia de amanhã, se não dispões de uma hora de vida?" Daí conclui Santa Teresa: “Se não estiveres preparado hoje para morrer, teme morrer mal...” (Santo Afonso Maria de Ligório, Preparação para a Morte, Consideração XI).

Fique com Deus